Tag Archives: Produtividade

Inovar para Competir


Inovar não é opcional! As empresas têm que encarar a inovação como a regra! Pois só assim serão mais competitivas num mercado em que a concorrência é cada vez mais forte. E também ela… Cheia de vontade de criar e inovar.

Inovar é utilizar ideias que ajudam a melhorar a produtividade.
Assim a inovação ajuda a:
  • melhorar a produtividade
  • reduzir os custos
  • ser mais competitivo
  • construir o valor da marca
  • estabelecer novas parcerias e relacionamentos
  • aumentar o volume de negócios e melhorar a rentabilidade

Empresas que não inovam correm o risco de:

  • perder mercado para concorrentes
  • sofrer a queda da produtividade e eficiência
  • perder de pessoal-chave
  • redução gradual das margens e do lucro
  • sair do negócio
“Inovar é fundamental para acompanhar o tempo e não ser devorado rápido por ele.”  Jaime Leitão
Anúncios

Liderança e Motivação


A Liderança e a Motivação são dois aspectos essenciais no alcance do sucesso das organizações. Hoje em dia temos nas empresas bons gestores e por vezes maus lideres. Uma Liderança eficaz condiciona e é determinante para Motivar. Todavia, liderar eficazmente é complexo. Não se nasce propriamente líder, ainda que a predisposição genética condicione e seja determinante. Um bom líder aprende continuamente ao longo da sua vida e adapta-se ás circunstâncias.

Motivar equipas pressupõe liderar com eficácia e eficiência no sentido de as conduzir numa determinada direcção ou rumo e alcançar determinados objectivos previamente acordados e específicos. Trata-se pois de um processo de influência social, mobilizador e enérgico.

Um bom líder conhece profundamente as pessoas com quem trabalha, as suas motivações e aspirações. Reconhece também que uma equipa passa por diversas fases de evolução até atingir a sua maturidade e o seu pico de produtividade. Sabe também como intervir nessas fases, actuando como mecanismo regulador e catalisador dos processos comunicacionais. Adapta-se ás circunstâncias do meio, da tarefa e do grupo e sabe exercer o estilo de liderança adequada à situação.

Estabelecer desafios, metas e colocar a “fasquia” alta parece estimular as equipas. O líder reconhece igualmente que o todo é maior que a soma das partes e aproveita as sinergias resultantes desta interacção no sentido da conquista de objectivos ambiciosos, que de outra forma não seria possível.


%d bloggers like this: