Tag Archives: Business Intelligence

Intelligence no Mundo Atual


Competitive Intelligence

A atividade de Intelligence é discutida, estudada e aplicada no mundo atual. Existe desde os tempos biblicos, quando Moisés enviou espiões para lhe trazer dados sobre o que poderia ser a “Terra Prometida”. É impossível também imaginar como é que os romanos manteriam o seu império, sem dados pertinentes e confiáveis. Também seria muito difícil para os exploradores portugueses sem os conhecimentos da Escola de Sagres.

Foi nas Guerras Mundiais que a Inteligência Competitiva se desenvoleu e afirmou, principalmente, na Segunda Guerra Mundial e durante a Guerra Fria.

A realidade é que o número de informações nas últimas duas décadas, cresceu mais que nos últimos cinco mil anos.

Nas últimas décadas, surgiram diferentes denominações, tais como: Business Intelligence, Inteligência Organizacional, Inteligência de Estado, Inteligência Militar, Inteligência de Mercado, Inteligência Empresarial, Inteligência Económica… No entanto, tudo é uma adaptação da atividade de Inteligência. Todas estas denominações visam um mesmo objetivo, a competitividade. Daí a Inteligência Competitiva.

A atividade de Intelligence é já um facto consumado. É um campo que cresce dia a dia com a necessidade de diminuir as incertezas e melhorar a projeção das organizações no futuro. Sem conhecimentos pernitentes e confiáveis, dificilmente será feito um planeamento estrategico que permita alcançar os objetivos estabelecidos.

O processo de globalização provocou significativas mudanças no relacionamento entre as organizações. Não há, provavelmente, mais lugar para métodos tradicionais que não evoluíram com a eficiência e eficácia exigida pela interligação das conjunturas interna e externa, promovendo ampla conectividade e partilha de dados, informações e conhecimentos.

Perante novas procuras sociais, económicas, políticas, tecnológicas e militares e de situações cada vez mais complexas, as empresas e organizações devem valer-se de profissionais competentes de Inteligência Competitiva e de novos métodos, técnicas e ferramentas que auxiliem a produção do conhecimento.

Há uma imensa “massa de informações” com a qual o profissional de Inteligência Competitiva tem que lidar no seu trabalho, seja na produção ou na proteção dos conhecimentos.

As Organizções precisam de saber contra o que se proteger, quais são as ameaças e o que fazer, quais são os controlos e medidas a serem empregadas. Para isso, é importante estabelecer diretrizes, normas e procedimentos compreensíveis e executáveis, baseados numa autoavaliação real e objetiva.

Todas as oportunidades devem ser aproveitadas para abordar assuntos relativos à segurança. As ameaças e os riscos devem ser abordados e a comunicação bilateral estimulada, pois como normalmente se diz, o facto do problema não ser do conhecimento de todos, não significa que não exista.

Assim, há a necessidade, antes de tudo, de executar um programa que eduque os integrantes de uma organização ou empresa. Que simplesmente não só sugira medidas de segurança, mas que mude a mentalidade da corporação, pois a segurança não depende apenas da tecnologia, mas talvez, muito mais das pessoas. Do comprometimento de todos. Para isso é imprescindível a seleção e o constante treino das pessoas. Mais do que nunca, hoje a segurança é um fator estratégico.

O segredo para resultados imediatos está na consciência e na educação, pois produzir um conhecimento de Intelligence e implementar medidas de segurança é uma questão de atitude.

 

 

 

Anúncios

Poder da Informação na Tomada de Decisão


Na economia atual, a informação e o conhecimento do mercado, torna-se valiosa para as empresas.

A gestão da informação, auxilia as organizações, pois seleciona a informação relevante para o negócio. Ao administrar a informação devidamente, a tomada de decisão é promovida de forma eficiente.

Há três palavras que resumem bem isso: INFORMAÇÃO, ESTRATÉGIA, COMPETITIVIDADE

No processo de tomada de decisão e elaboração da estratégia empresarial, a informação assume um papel estratégico muito improtante.

A utilização eficiente deste recurso, fornece à empresa longevidade e um diferencial organizacional, uma vez que a informação vai gerar conheciomento acionavel ao empresário ou ao tomador de decisões.

Já a falta de informação e, por sua vez, de conhecimento pode comprometer a sobrevivência de uma organização uma vez que esta situação pode levar a tomar decisões equivocadas. Todos conhecemos muitos exemplos de setores que deixaram de existir e empresas que não resistiram ou mesmo exemplos de setores e empresas que sofreram prejuizos interminaveis.

Uma gestão adequada da informação é uma ferramenta importante para o planeamento estratégico da empresa.

Um sistema de Competitive Intelligence ou mesmo de Business intelligence numa empresa permite antecipar as jogadas de um concorrente, fazer uma análise ao mercado e às tendências, bem como ao ambiente envolvente, por forma a garantir a sustentabilidade de uma Organização.
Inteligência Competitiva


%d bloggers like this: