Category Archives: Web

2013 in review


The WordPress.com stats helper monkeys prepared a 2013 annual report for this blog.

Here’s an excerpt:

A San Francisco cable car holds 60 people. This blog was viewed about 2,900 times in 2013. If it were a cable car, it would take about 48 trips to carry that many people.

Click here to see the complete report.

Anúncios

10 Ferramentas Gratuitas de Monitoramento de Redes Sociais


Monitorar o que se fala sobre uma  marca nas mídias e redes sociais é um passo crucial para uma empresa que deseja definir as suas estratégias de comunicação na web. Somente a partir  deste diagnóstico de imagem é possível gerir com sobriedade a participação  corporativa nas redes sociais. Não há como traçar ações sem antes conhecer o  cenário em questão.
Existem duas formas de  descobrir o buzz  online da uma marca: através de ferramentas  pagas ou por meio de programas gratuitos de monitoramento. É claro que, se o orçamento  da empresa permitir, as pagas são a melhor opção. Mais completas e seguras, agrupam numa única plataforma funcionalidades às quais você só terá acesso se  utilizar várias ferramentas gratuitas ao mesmo tempo. Além disso, permitem a  geração de alertas e de gráficos mais consistentes, sem contar que afastam o  risco de perda de dados por descontinuidade do programa.
Se a empresa,  entretanto, não dispõe de verba específica para contratar um software, há centenas de opções não  pagas.  Num mar tão amplo de possibilidades, torna-se difícil saber quais delas são  realmente interessantes para o monitoramento. Por isso, abaixo estão dez  ferramentas gratuitas que, de facto, podem auxiliar o analista a entender o  alcance da empresa nas redes sociais, a conhecer seu público-alvo e a gerar  conteúdo capaz de satisfazer esses utilizadores.

1. Social Mention

social mention

social mention

Definem-se a(s) palavra(s) a ser(em) monitorada(s). Pesquisa menções em várias  redes sociais, possibilitando filtrar as mais interessantes. A ferramenta  disponibiliza um resultado completo, com top users, top keywords e top hashtags. Mostra também há quanto tempo o último utilizador mencionou  a(s) palavra(s) escolhida(s).

 

2. Whos Talkin

whos talkin

whos talkin

A interface é agradável e a pesquisa, fácil de ser realizada. Faz uma busca  simples e linka as menções com os comentários diretamente nas redes em que foram  postadas.

 

3. Kurrently

kurrently

kurrently

Monitora o Facebook e o Twitter. Através da ferramenta, é possível visualizar o  nome e a foto de quem fez a menção na internet. A vantagem do Kurrently é que  se pode subscrever as menções e recebê-las no e-mail ou aceder através de um leitor de feed RSS.

 

4. Likester

likester

likester

Só rastreia o Facebook, mas mostra o que os fãs estão a gostar. A partir desta  ferramenta, é possível conhecer melhor o público-alvo da empresa e ajustar o  conteúdo de acordo com as preferências dos fãs.

 

5. Topsy

topsy

topsy

Interface semelhante ao Google, monitora também o Google+, o que faz toda a  diferença, pois ainda são poucas as ferramentas que monitoram esta plataforma.  Pode parecer complicado de entender inicialmente, mas apresenta uma  lista com os posts originados na última hora, no último dia e na última semana.

 

6. Tweetreach

tweetreach

tweetreach

Ótima ferramenta. Mostra quantas pessoas foram atingidas pelos tweets  acerca do termo pesquisado. Expõe os dados em gráficos, mostra quantas replies e RTs foram dados e ainda lista os comentários que geraram as  estatísticas. A única desvantagem é que só analisa os últimos 50tweets.

 

7. Trendsmap

trendsmap

trendsmap

Lista as hashtags e os assuntos mais comentados no  Twitter Pode ser usada para gerar conteúdo e, consequentemente, angariar novos  seguidores.

 

8. Tweriod

tweriod

tweriod

Mostra o horário e dia da semana em que utilizadores ficam mais tempo online. A  partir daqui, o analista pode definir os horários de inserção do conteúdo no Twitter. Para aceder à ferramenta, é necessário estar logado no  microblog.

 

9. Followerwonk

followerwonk

followerwonk

Um dos passos fundamentais na definição de estratégias de mídias sociais é o  monitoramento de empresas concorrentes. Esta ferramenta é importante nesse  sentido porque possibilita ao utilizador comparar dois ou mais perfis no Twitter,  mostrando, entre outras coisas, média de novos seguidores e de postagens  diárias.

 

10. Tweetlevel

tweetlevel

tweetlevel

Existem vários medidores de  influência gratuitos à disposição dos analistas de redes sociais interessados em  saber o alcance dos comentários de um determinado utilizador. O Tweetlevel tem  vantagem sobre os demais por ser essencialmente simples. Não exige registo,  como Klout Score, e tem uma  base de pesquisa bem maior do que o PeerIndex, que só pesquisa a influência  dos internautas registados no banco de dados. Esta ferramenta pode ser  importante para guiar a empresa na hora de definir, a partir da influência, que  tipo de resposta o utilizador reclamante terá.
E o que acharam? Já dá  para ter uma boa noção ao usar estas ferramentas. Caso conheçam outras  ferramentas interessantes que não foram citadas, deixem nos comentários. 🙂

Os números de 2011


Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog.

Aqui está um excerto:

Um comboio do metropolitano de Nova Iorque transporta 1.200 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 5.200 vezes em 2011. Se fosse um comboio, eram precisas 4 viagens para que toda gente o visitasse.

Clique aqui para ver o relatório completo


Ferramentas que ajudam…


Com o evoluir dos meios online torna-se fulcral o uso de ferramentas que permitem a pesquisa de informação, possibilitando, assim, encontra-la  mais facilmente, podendo ainda comunicar melhor e mais rapidamente com seus colaboradores.

Para disponibilizar  informações que serão transformadas em conhecimento e posteriormente em inteligência, hoje contamos com inúmeras ferramentas que  ajudam  na actividade de recolha e organização dessas informações.

O Google foi o exemplo Web 2.0 por excelência. Quase todas os palestras que abordam as ferramentas de colaboração citam uma ou outra ferramenta criada pela empresa.

Deixo algumas ferramentas que considero importantes:

Agregadores de feeds

– Acompanhar automaticamente a actualização sites, catálogos, etc., sem a necessidade de entrar nas páginas.

Exemplos: RSS, Atom Feed, XML, Google Reader


Gestão de citações e pesquisas

– Organização de informações coletadas para posterior recuperação.

Exemplo: Zotero. (apenas disponível no Firefox)

Bookmark compartilhado

– Permite que seus favoritos sejam compartilhados com outros.

Exemplos: Del.icio.us, Google Shared Stuff

Redes sociais

– Criação e participação em comunidades com interesses convergentes.

Exemplos: LinkedIn, MySpace, Facebook, Orkut, Twitter

Gestão de conteúdo e compartilhamento de registos

– Catálogos online criados a partir de colecções de bibliotecas ou do próprio usuário.

Exemplos: LibGuides

Blogs

– Publicação e comunicação.

Exemplos: WordPress, Blogger, TypePad, BlogWare,  Bloglines, etc.

Compartilhamento e colaboração de conteúdos gráficos, audiovisuais e textuais

– Compartilhamento.

Exemplos: Flickr, Digg, Wikipédia, You Tube, SlideShare, Google Docs, Picasa

Transmissão de programas sonoros

– Exemplo: Podcast

Mundo virtual

– Negócios, Pessoas, Instituições, etc., representadas em ambiente virtual. Exemplo: Second Life

Quem quiser utilizar e comentar o que achou das ferramentas, será interessante a partilha desta experiência.

Podem também partilhar mais algumas que aqui não estejam expostas.


SEO


blog tricks for dummies.


Web 1.0; Web 2.0; Web 3.0



%d bloggers like this: